Please reload

Posts Recentes

Insustentabilidade na Terceira Idade

July 11, 2018

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Animais de estimação: a companhia perfeita para idosos

June 30, 2017

Ter um animal de estimação pode garantir uma vida mais agitada, com mais energia, além de trazer benefícios mentais e físicos

 

É comprovado cientificamente que sair para caminhar com seu cão, brincar com o gato dentro de casa, além do fato de ter que cuidar e alimentar os bichinhos pode trazer mais vitalidade e energia à sua vida. Além disso, os benefícios de ter animais de estimação, principalmente para idosos, são incontáveis: a saúde física, emocional e mental melhoram, bem como o humor e a felicidade.
 

Tudo porque a pressão arterial e os níveis de colesterol podem baixar e os níveis de oxitocina, serotonina e prolactina aumentam, só pelo fato de o idoso sentir-se responsável pelo animal.


Nunca sentir-se só


Principalmente para quem vive sozinho, um animal de estimação vira um grande companheiro. Além disso, pode ser um grande incentivo para a prática de caminhadas. Veja só: se você leva seu cachorro para passear, duas vezes ao dia, por 15 minutos em cada um delas, terá feito ao menos 30 minutos de caminhadas diárias.


Lembre-se de ter um tênis e roupas confortáveis para a prática e também de tomar cuidado com quedas. Se você está sozinho nesta empreitada, vale ter um sensor de quedas. Assim, caso você caia, o sensor envia automaticamente uma mensagem para que o socorro chegue rapidamente.


Melhorias na saúde


Outro benefício apontado para idosos que possuem animais de estimação é a baixa da pressão arterial, frequência cardíaca mais controlada e baixo nível de estresse. Por deixar você sempre atento e tranquilo quanto ao bem-estar (seu e do bichinho), ajuda a relaxar, além de atribuir uma nova atividade diária.

 

Um estudo feito pela Universidade Estadual de Nova York, nos Estados Unidos, mostrou que os bichos de estimação são ótimas companhias para combater o estresse.
 

Animais de estimação podem nos surpreender com carinho, uma vez que retribuem por meio de sinais o quanto estão satisfeitos com seus donos. Quando o animal tem conexão com seu dono, uma comunicação entre as partes é estabelecida.
 

Seu melhor amigo


Quem sofre de depressão também conta com benefícios ao ter um animal de estimação por perto. Animais podem ser mais reconfortantes em momentos difíceis. Além disso, seu cão ou gato, serve de ponte para socialização: quem tem animais, geralmente, conversa e interage com outras pessoas, só por chamar atenção por causa do bichinho.


Em muitos lares de idosos, bem como em hospitais, a presença de cães ou gatos está associada diretamente como auxílio em terapias alternativas.


Eles salvam vidas


A lista de histórias comoventes que chegam ao público é incontável. Protetores e caçadores por natureza, animais domésticos são capazes de reconhecer perigos e alertar pessoas sobre eles. São casos de salvamento de famílias inteiras incêndios durante a madrugada, cães que alertam sobre ataques cardíacos e buscam ajuda de quem está próximo, animais treinados para resgatar pessoas que estão se afogando, entre outros.


Além disso, é comprovado que cães conseguem perceber quando os níveis de açúcar no sangue de pessoas está baixo ou elevado. Um dos casos mais comentados na internet é o da labradora treinada Millie que, ao perceber seu dono desmaiado por causa da diabetes, acionou um botão de emergência, chamando ajuda imediata.


Em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte (MG), dois cães ajudaram ao corpo de bombeiros em um salvamento de um senhor de 62 anos. Com problemas psiquiátricos, o idoso saiu de casa sem que ninguém percebesse e se perdeu na mata. Após mais de 15 horas perdida, a vítima foi localizada com a ajuda dos cães.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga