Please reload

Posts Recentes

Insustentabilidade na Terceira Idade

July 11, 2018

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Carnaval: saiba como foi criada a ala das baianas

February 16, 2018

Ala composta majoritariamente por senhoras nasceu por volta de 1930 para homenagear as “tias” do samba

 

 (Foto: reprodução Facebook)

 

Quem não se emociona ao assistir as senhoras do samba na avenida? Elas estão em maioria quando o assunto é a Ala das Baianas. Felizes idosas - com idades entre 60 e 90 anos, se enfeitam com suas imensas - e pesadas, fantasias para, com toda felicidade do mundo, desfilar suas belezas e vitalidades. O que poucos sabem é que esta Ala foi criada especialmente, por volta de 1930, para homenagear as “tias” do samba.

 

Este título de tias do samba, surgiu em forma de homenagem, como forma de agradecimento às senhoras, que, no início do século XX, abrigavam os sambistas em suas casas, quando o ritmo era tido como marginal.

 

Vitalidade e felicidade

 

Basta assistir a qualquer desfile para ver a alegria que as baianas têm ao rodar seus vestidos, durante todo o percurso na passarela do samba. Obrigatória em todas as escolas de samba, a Ala das Baianas ganhou seu respeito ao longo do tempo e participam da pontuação da escola com o quesito Evolução.

 

No início dos primeiros desfiles das baianas, as fantasias eram compostas por uma saia rodada, uma bata, um pano de costas e o corpete. No entanto, a criatividade brasileira fez com que cada vez mais as baianas participassem do desfile de acordo com o tema que a escola faz no ano. Assim, é possível ver baianas vestidas das mais variadas formas, sempre com a saia rodada e algum adereço em suas cabeças.

 

Proteção aos idosos na mobilidade

 

Por causa do peso de suas roupas, as baianas contam com a acessibilidade e cuidado para chegar à avenida do samba. Muitas senhoras não ficam durante todo o tempo na área da concentração. Além disso, têm todo o cuidado especial para brilhar na avenida e fazer o carnaval mais bonito e emocionante.

 

Afinal, a proteção aos idosos tem que ser um fator primordial também para o carnaval e qualquer outro tipo de festa, não é mesmo? Por isso, nada de relaxar, nem na hora da folia. Aproveitar cada momento e fazer bonito pela escola do coração tem que ser um sentimento legítimo, daquele que emociona a todos, como citado no começo.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga