Please reload

Posts Recentes

Insustentabilidade na Terceira Idade

July 11, 2018

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Cuidado de idosos: quando pais e filhos compartilham a terceira idade

January 26, 2018

Proteção, respeito e companheirismo envolvem uma relação de parceria e amor

 

Convivência entre pais e filhos idosos: muito amor, paciência e proteção 

 

Dina Bonaparte Ferraro, 96 anos e Alba Ferraro, 75 anos, têm uma relação de cumplicidade. Mãe e filha moram na mesma casa há quase dez anos, quando dona Dina, como é chamada, precisou de cuidados normais com a chegada da idade. As duas se dão bem. Vivem em um cenário de amor e muita paciência, pois, com a idade, chegou também em suas vidas o cansaço e a necessidade de mais compreensão e carinho.

 

Este cenário, inclusive, passa longe de muitas realidades. No Brasil, a população idosa que cresce exponencialmente, tende a viver cada vez mais sozinha. No entanto, é justamente com a chegada da idade que a precisão de cuidados essenciais se torna fundamental. O cuidado de idosos, neste caso, acontece em dobro.

 

Como Alba e dona Dina, as limitações e cuidados, às vezes caminham juntas. Alba tem que ser forte, ainda que tenha que também cuidar da casa, dos filhos e netos. “A rotina é diária. Minha mãe precisa de mim para muitos afazeres, mesmo que se locomova sozinha e ainda consiga se alimentar. No entanto, fazer sua comida, a ajuda com banho, troca de roupa e até a hora de dormir, são preparados por mim”, conta.

 

Cumplicidade e sabedoria

 

A cumplicidade entre as duas é grande. Afinal, são histórias de quase um século, compartilhadas por dona Dina e que muitas vezes, são repetidas à exaustão. Mesmo que não tenha nenhuma doença degenerativa, ela anda esquecida. Coisas de um cérebro cansado de quem veio para o Brasil ainda pequena, para fugir das guerras na Itália.

 

A troca desta experiência também engrandece quem está por perto. E a paciência, tem que ser fator primordial neste caminho. “É claro que às vezes, meus filhos e netos não tem a paciência que tenho. Cuidar de um idoso, quando também precisamos de um certo cuidado, não é tão fácil”, complementa Alba.

 

Além disso, Alba, conta com a ajuda do irmão - que tem 64 anos, que, mesmo não morando na mesma casa, as visita com frequência. “O Michelangelo vem aqui em casa frequentemente. Neste tempo em que fica aqui, faz companhia para nossa mãe, a leva para passear e isso me dá um pouco de folga, para resolver as tarefas do dia a dia”.

 

Segurança em casa

 

Uma casa com idosos deve ter total segurança. Como já citamos em diversos artigos aqui no blog da Filha&Cia, é essencial que a residência seja preparada com barras de segurança, chão anti-derrapante, cuidados redobrados em escadas, entre outros.

 

Entretanto, a tecnologia veio para ajudar e nós estamos com ela. Atualmente o mercado disponibiliza sensores de queda, serviços de teleassistência, acompanhamento para realização de exames e até um serviço de telepresença, por meio de um robô. Se quiser saber um pouco mais, fale com a gente!

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga