Infecção urinária em idosos: como prevenir



É muito comum, com o envelhecimento, os órgãos sofrerem degeneração e, em consequência, surgirem doenças que comprometem a saúde, o bem-estar e a qualidade de vida da pessoa idosa. A infecção urinária é uma das patologias que acomete com frequência essa população e merece um olhar cuidadoso para evitar problemas mais sérios.

O urologista Fabio Dantas, de Fortaleza, que atua há mais de 40 anos nessa especialidade, esclarece sobre as causas, os sintomas, o tratamento e como se prevenir dessa enfermidade.


O que causa a infecção urinária?

A maioria das infecções urinárias é provocada por bactérias presentes no intestino, que “migram” para o sistema urinário, encontrando nesse local um ambiente úmido e quente, muito propício para se multiplicarem rapidamente. Essa infecção manifesta-se na bexiga (cistite), na uretra (uretrite) e, em casos mais graves, no rim (pielonefrite).


Sintomas mais comuns

As queixas mais frequentes relatadas são:

- dor no abdome ou queimação ao urinar;

- urina mais escura, turva, com cheiro forte e em menor quantidade;

- sensação de peso na bexiga;

- vontade frequente de urinar e a sensação de não esvaziar a bexiga completamente;

- febre baixa, calafrios, e eventualmente, presença de sangue na urina;

- idosos podem apresentar ainda confusão mental.


O tratamento é feito com antibióticos

Após o exame de urina (urocultura) e de antibiograma (que identifica a bactéria que está provocando a infecção), o médico prescreve o antibiótico apropriado para combatê-la. É importante ressaltar que o medicamento deve ser tomado conforme a orientação médica (de 7 a 10 dias), mesmo que os sintomas desapareçam após os primeiros dias de tratamento. Se a infecção tornar-se mais grave e avançar para os rins, o urologista deve solicitar exames de imagem mais investigativos (ultrassonografia e ressonância magnética) a fim de chegar a um diagnóstico conclusivo e, a partir daí, iniciar a terapêutica.


Como prevenir a infecção urinária

Alguns cuidados simples e práticos ajudam muito a evitar a infecção urinária:

- mantenha a região genital bem higienizada e seca;

- consuma bastante água e alimentos com fibras para facilitar o trânsito intestinal e a evacuação regular;

- após urinar e defecar, limpe-se muito bem, sempre de frente para trás e nunca ao contrário, evitando que as bactérias próprias do intestino não se movimentem para o sistema urinário;

- esvazie completamente a bexiga quando for ao banheiro, para que a urina residual não provoque infecções;

- evite usar roupas muito apertadas para diminuir a transpiração nas partes íntimas.


A infecção urinária não é uma doença transmissível. No entanto, a pessoa com baixa imunidade, certamente estará mais vulnerável para contrair a doença. Aos sentir os primeiros sintomas, procure imediatamente o atendimento do médico urologista. Reconhecer o problema logo no início, o tratamento é rápido e evita a evolução da doença para casos mais graves.




Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square