Please reload

Posts Recentes

Insustentabilidade na Terceira Idade

July 11, 2018

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Queda em idosos é uma das grandes preocupações do Ministério da Saúde

November 17, 2017

Pasta divulgou nesta semana estudo sobre as principais dificuldades enfrentadas pela população com idade acima dos 60 anos ou mais

 

 

Um estudo divulgado recentemente pelo Ministério da Saúde do Brasil, aponta que 30,1% dos idosos brasileiros têm alguma dificuldade para realizar atividades corriqueiras. Sendo o país com a quinta população idosa no mundo, a pasta se preocupa, principalmente, com as quedas de idosos, o bem-estar social e o psicológico. O estudo faz parte do levantamento para assegurar que a Estratégia Nacional para o Envelhecimento Saudável, lançada pelo Governo Federal, funcione para orientar profissionais de saúde e gestores a aumentar a qualidade de vida destas pessoas. Em 2030, esta faixa etária deve representar cerca de 20% da população nacional.

 

O estudo aponta ainda que, dos 29,3 milhões de pessoas idosas, 17,3% têm muita dificuldade para se deslocar, arrumar a casa, cuidar de si mesmo, preparar alimentos, entre outros. Outros 6,8% têm extrema dificuldade para vestir-se ou mesmo alimentar-se sem a ajuda de alguém.

 

Outros problemas relatados

 

Algumas doenças também despertaram a atenção dos realizadores do estudo, dos ouvidos com idade entre 60 e 69 anos: 57,1% sofre de hipertensão, 63,5% com obesidade e ainda 25,1% com diabetes. A iniciativa do Governo Federal, com a implementação da Estratégia Nacional para o Envelhecimento Saudável é também a de implementar um atendimento multidimensional, sem tratar apenas da doença e sim cuidar da prevenção e melhor qualidade de vida.

 

O novo modelo, instalado pelas unidades do SUS (Sistema Único de Saúde) vai priorizar as avaliações funcionais e ainda os problemas psicossociais, além dos dados clínicos.

 

Quedas em idosos afetam 30%, segundo IBGE

 

Um outro estudo, apresentado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas), aponta que problemas por quedas em idosos afetam 30% da população. Além dos cuidados normais, como a extinção de tapetes, pisos escorregadios e até a instalação de barras de proteção, o interesse do Ministério da Saúde é se preocupar com a prevenção destas quedas, para que esse número diminua.

 

Por isso, prestar atenção dobrada no ambiente que este idoso vive, bem como adotar iniciativas - como o sensor de quedas, por exemplo, pode garantir o bem-estar de pessoas com mais de 60 anos, além de acelerar o processo de socorro, por exemplo.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga